(31) 3332-0875
Blog

Ensino a distância: Jogos Digitais

Ensino a distância: Jogos Digitais

Data da Publicação:

 

Com frequência ouvimos falar sobre programas de computador, videogames, jogos digitais, eletrônicos, além de jogarmos e termos diversos aplicativos baixados no celular ou no computador.

O que não sabemos é a origem destes jogos e a quanto tempo estão ali. Todo programa com mais interação e controle é um jogo digital?

No Brasil, uma pesquisa feita pela Newzoo, em 2013, mostrou que mais de 35 milhões

de brasileiros jogavam jogos digitais por computador ou consoles.

Ainda hoje é possível deduzir que a maioria das pessoas já jogou algum jogo digital. No Brasil já existem mais de 230 milhões de celulares para uma população de aproximadamente 200 milhões, e praticamente todos os celulares vendidos, mesmo os mais antigos, possuem algum tipo de jogo em sua memória.

A evolução dos jogos digitais é quase que diária. As inovações tecnológicas permitem que os jogos sejam lançados com gráficos melhores, interações com o mundo real, histórias mais profundas para a identificação com o personagem e mais.

Devido a isso, assim como outras profissões que surgiram com a internet, uma nova chegou ao mercado. Entenda mais sobre o profissional de jogos digitais, o perfil procurado e suas áreas de atuação a seguir!

O que são Jogos Digitais?

Os jogos digitais são produções gráficas ofertadas no formato de jogo. As tecnologias digitais são desenvolvidas para consoles, fliperamas, smartphones, tablets, e outros dispositivos deste estilo.

O autor Roger Caillois, especialista na área, sintetizou 6 elementos para a configuração dos jogos, sendo:

  • Liberdade
  • Delimitação
  • Imprevisibilidade
  • Regulamentos e normas
  • Ficção (ou distância da realidade)
  • Improdutividade

Todos estes elementos são fundamentais para a criação de jogos digitais. A ausência de qualquer um deles poderá gerar o fracasso no jogo produzido.

Perfil do profissional de Jogos Digitais

O profissional de Jogos Digitais deve ter uma alta capacidade de trabalhar em equipe, organização, criatividade e conseguir desempenhar diversas funções.

É necessário ser dinâmico para criar jogos atraentes e intrigantes para que o usuário mantenha o interesse.

Como o profissional também produz o jogo de forma prática, não somente história e roteiro, é preciso ter conhecimento de softwares e programas de edição e programação.

Pelo fato da grade do curso contar com disciplinas que envolvem matemática, computação, física, estruturação de dados, é bom que o profissional, para se destacar, tenha afinidade com as ciências exatas.

Áreas de atuação do profissional de Jogos Digitais

O profissional de Jogos Digitais, pode atuar em várias áreas. São necessários profissionais para executar as diversas etapas de criação de um jogo, sendo algumas ainda mais específicas do que outras.

O mercado está aberto para as diversas atuações do profissional, sendo algumas delas:

Programador de código-fonte

O programador irá desenvolver o código que será responsável pela usabilidade do jogo.

Todo jogo é construído em cima de uma programação, por esta razão este profissional tem uma grande responsabilidade. Uma pequena falha na programação, pode fazer com que o jogo perca a credibilidade e seja um fracasso.

Este profissional é fundamental para o processo de criação, tendo grande espaço de atuação no mercado, devido às inovações e novidades que acontecem constantemente.

Artista gráfico

O artista gráfico é o responsável por criar a parte gráfica e visual do jogo.

As texturas apresentadas, os elementos secundários, o cenário e muitos outros itens importantes para a composição visual são criados pelo artista gráfico.

Este profissional deve estar muito ciente do roteiro e ter entendido a visão proposta para o jogo, já que ele terá que passar através dos elementos criados, a história do jogo representado por imagens.

Designer de áudio

Este profissional é quem desenvolve todos os sons que serão adicionados no jogo, trazendo vida ao ambiente e personagens.

Um jogo sem trilha ou com áudios que não correspondem ao que é apresentado, causa muita estranheza, podendo levar o jogador a desanimar os usuários.

O designer de áudio terá que encontrar representações de som para expressar o que esta acontecendo no jogo.

Ele também deverá estar muito ciente do conceito do jogo e participar dos processos de desenvolvimento artístico. Assim será possível representar da melhor maneira os sons que deverão ser passados na história do jogo.

Roteirista

O roteirista é quem irá criar a história, envolvendo as conquistas dos personagens, as dificuldades, como ele chegou a situação inicial e planejar toda a história até a conclusão do objetivo.

A trama deverá ser cativante para que o jogador se mantenha no jogo, sendo assim, desde o início já deve se ter em mente quais serão os obstáculos, o nível de dificuldade e quais serão os conflitos que motivarão a continuação do jogo.

Todos estes profissionais são fundamentais para que o jogo possa ser desenvolvido e alcance as expectativas do jogador. Quer fazer parte deste universo? Veja como se preparar para este mercado.

Como se tornar um profissional de jogos digitais?

Para atuar na área de jogos digitais, você pode realizar um bacharelado na área, que tem a duração de 4 anos ou realizar um tecnólogo que possui a duração aproximada de 2 anos e meio.

O tecnólogo é o mais utilizado por pessoas que desejam se inserir no mercado de jogos digitas de forma rápida, prática e incisiva. O profissional que se forma nesta modalidade irá de fato construir o jogo, fazendo com que ele ganhe vida.

Preparar o profissional para assumir as responsabilidades geradas no dia a dia deste universo.

O diploma abre portas, pois comprova que o profissional está apto e passou por diversas áreas de conhecimentos necessárias para a execução da profissão.